Foguete mata jovem em Amarante durante festa pascal

Um jovem de Aboadela, Amarante, morreu na última madrugada vítima do rebentamento de um engenho pirotécnico, durante uma festa para assinalar a ressurreição.

O alerta foi dado pouco depois das 00.00 horas deste domingo de Páscoa. De nada valeram os esforços, primeiro dos bombeiros de Amarante e, depois, da equipa da Viatura Médica Emergência e Reanimação (VMER) do INEM, no sentido de reverter o quadro grave da vítima, Emanuel Nunes, 33 anos.

O homem, solteiro, estaria a participar conjuntamente com um grupo de pessoas no lançamento de foguetes para celebrar a ressurreição de Jesus Cristo, no final do Sábado de Aleluia, de acordo com a tradição católica. Por razões que se desconhecessem a balona (um tubo detonado por rastilho) terá rebentado em direção ao jovem provocando-lhe a morte.

“O lançamento de fogo foi uma iniciativa inédita de alguns populares, que atendendo a esta situação da Covid-19, no sentido de animar um pouco a população, se propuseram a tocar o sino e lançar alguns foguetes assinalando o Sábado de Aleluia. Correu mal”, disse ao JN, Henrique Monteiro, presidente do agrupamento de Juntas de Freguesia de Aboadela, Sanche e Várzea, em plena serra do Marão.

O lançamento do fogo estava a ser feito no logradouro do salão paroquial de Aboadela. “Que se saiba não existia licença para o lançamento de foguetes. A Junta de Freguesia não foi informada da situação, julgo que as outras entidades também não. Nas outras freguesias não houve fogo de artifício”, acrescenta o autarca.

O corpo do jovem foi levado para a delegação de Penafiel do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses. A GNR de Amarante tomou conta da ocorrência.

Carlos Moura

Next Post

Empresas consideram adequadas medidas de proteção da saúde para a retoma da atividade

Seg Mai 18 , 2020
Share on Facebook Tweet it Pin […]
Instagram did not return a 200.

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.