Governo estende à região Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica

A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, presidiu esta manhã, em Penafiel, à cerimónia de assinatura do Protocolo de Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica no Tâmega e Sousa, da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa.

O objetivo deste protocolo é “a melhoria da resposta de prevenção, proteção e combate à Violência contra as Mulheres e à Violência Doméstica (VM9VD)” da CIM de que fazem parte os concelhos de Amarante, Baião, Celorico de Basto e Marco de Canaveses.

O protocolo subscrito pela secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, pelos 11 municípios do Tâmega e Sousa, uma organização não-governamental especializada e vários organismos da administração da administração pública das áreas da educação, emprego, forças de segurança, justiça, saúde, segurança social, entre outros, insere-se na nova geração de protocolos promovidos pela Secretaria de estado para a Cidadania e Igualdade.

A CIM do Tâmega e Sousa pretende, através deste protocolo, criar e potenciar a rede local de parcerias e melhorar a resposta de prevenção, proteção e combate à violência contra as mulheres e à violência doméstica (VMVD).

A iniciativa será desenvolvida no âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação 2018-2030 – Portugal + Igual (ENIND) e o plano de ação para o combate à discriminação em razão da orientação sexual, identidade e expressão de género, e características sexuais 2018-2021.

António Orlando

Next Post

Assinado contrato para transformar Solar dos Magalhães em Museu do concelho

Sex Jul 3 , 2020
Share on Facebook Tweet it Pin […]
Instagram did not return a 200.

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.