Campanha Viva o Natal continua a promover intercâmbio de ajuda entre comerciantes e clientes

A campanha Viva o Natal na magia da economia local “mobilizou o concelho” de Amarante no apoio à economia local e os resultados, no dizer da organização “são muito positivos”: as 200 empresas participantes distribuíram 58 mil bilhetes de sorteio, atribuindo 20 mil euros em vouchers. 

Promovida pela Câmara em parceria com as Associações Empresariais de Amarante e Vila Meã e o do Movimento We Will Rise, a iniciativa está agora na segunda fase. Até 31 de março, os 20 mil euros atribuídos em vouchers poderão ser descontados numa das 200 empresas que participaram na Viva o Natal na magia da economia local, incentivando, uma vez mais, ao consumo local e à dinamização económica do concelho numa altura que se adivinha difícil pelo contexto pandémico. 

Dirigida ao comércio de rua, lojas de prestação de serviços, hotelaria, restauração e operadores turísticos de Amarante, esta campanha foi desenvolvida para promover e apoiar a economia local para ajudar a minimizar as quebras brutais no setor do comércio e restauração devido à pandemia da covid-19.  

A campanha teve bastante impacto junto dos comerciantes e dos consumidores que aderiram de forma elevada, apoiando o comércio de Amarante e promovendo-o junto dos consumidores. 

Bruno Costa, presidente da Associação Empresarial de Amarante 

O espírito de comunidade que se sentiu durante a época festiva foi também muito importante para devolver estímulo ao comércio local, determinante para a vitalidade dos nossos territórios e essencial para muitas pessoas que direta ou indiretamente vivem destes pequenos negócios familiares. 

Geraldo Oliveira, presidente da Associação Empresarial de Vila Meã 

Apoiar a economia local é uma missão e um compromisso que vai além desta iniciativa e deve mobilizar-nos a todos: ao município, às associações e à comunidade civil. Numa altura em que lutamos contra uma pandemia, estejamos todos unidos em prol deste objetivo, não só da saúde e do bem estar, mas também do desenvolvimento económico de Amarante. 

André Costa Magalhães, vereador com o pelouro da Promoção e Desenvolvimento Económico

SABER MAIS 

Desde o início da pandemia da covid-19, no concelho de Amarante foram isentadas as taxas de ocupação das esplanadas e expositores, as rendas do mercado e feira, as rendas comerciais, o IMI, IMT e taxas urbanísticas para novos projetos num apoio que rondou os 200 mil euros.  

Até 30 de junho de 2021, continuam isentadas as taxas de ocupação das esplanadas e expositores; e reduziram-se em 50 por cento o valor das rendas em imóveis e equipamentos municipais de atividades comerciais. 

Carlos Moura

Next Post

Amarante goleia Pedras Rubras e regressa aos lugares de apuramento à 3ª Liga

Dom Jan 17 , 2021
Share on Facebook Tweet it Pin […]
Instagram did not return a 200.

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.