IP suprime as últimas passagens de nível de Amarante e Marco de Canaveses

Linha do Douro. A Infraestruturas de Portugal (IP) vai investir 3,75 milhões de euros na supressão de três passagens de nível na linha do Douro, duas em Amarante e duas em Marco de Canaveses.

Passagem de Nível de Bairro, Santo Isidoro, Marco de Canaveses

O anúncio de concurso público, publicado em Diário da República, aponta para uma empreitada ao longo de 600 dias (cerca de um ano e oito meses), em dois pontos distintos na freguesia de Vila Meã (quilómetros 50,274 e 51,145), no concelho de Amarante, e na localidade de Livração Santo Isidoro (quilómetro 56,527), no Marco de Canaveses.

No Marco de Canaveses, está prevista a construção de um viaduto sobre o rio Odres, solução técnica que tinha sido sugerida à IP pela câmara para desviar o trânsito estreita Ponte do Bairro.

Nessa área, a empresa vai também construir uma passagem inferior rodoviária, ao quilómetro 56,473 da Linha do Douro, eliminando a passagem de nível existente, permitindo-se assim o atravessamento desnivelado da via-férrea em segurança.

No caso de Vila Meã, no concelho de Amarante, serão contruídas duas passagens pedonais inferiores e uma passagem inferior rodoviária, ao quilómetro 50,909.

Uma das passagens de nível a suprimir localiza-se junto ao centro cívico, na antiga freguesia de Real, e a segunda situa-se na ligação entre a avenida 25 de abril e a rua António Pinto Marques, na antiga freguesia de Ataíde.

O troço ferroviário entre Caíde de Rei (Lousada) e Marco de Canaveses viu aumentada a sua importância com a recente eletrificação, passando a permitir a circulação dos comboios suburbanos do Porto, com ganhos significativos no número de passageiros.

António Orlando

Next Post

Alargado prazo para limpeza de terrenos florestais

Sáb Mar 6 , 2021
Share on Facebook Tweet it Pin […]
Instagram did not return a 200.

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.