Bombeiros do Marco contemplados com uma nova Equipa de Intervenção Permanente

Proteção Civil. Voluntários receberam ontem a confirmação de que passarão a contar com uma segunda EIP   

O desejo de constituir uma segunda equipa de Intervenção Permanente (EIP) nos Bombeiros Voluntários do Marco é antigo e agora foi concretizado com a aprovação oficial por parte da Secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar que deu luz verde à formação de um conjunto de novas 55 EIP para todo o país, sendo que uma delas é para ser constituída na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses (AHBVMC). 

Patrícia Gaspar já tinha prometido, numa reunião com a Presidente da Câmara Municipal e o Comandante dos Bombeiros Sérgio Silva, a atribuição de uma segunda EIP. Agora surgiu a confirmação oficial via Liga de Bombeiros. “Em breve será uma realidade e uma mais-valia para a nossa terra. Valeu a pena a luta e o empenho de todos, desde Bombeiros passando pela Câmara até ao Ministério da Administração Interna”, exulta João Monteiro Lima, presidente da AHBVMC. 

Já a autarca, Cristina Vieira considera que foi dado mais um passo para a profissionalização de um conjunto de bombeiros que vão potenciar uma resposta pronta e capaz à população marcuense. “Graças também ao empenho da Secretária de Estado Patrícia Gaspar conseguimos ajudar os Bombeiros do Marco, o que significa também ajudar os marcuenses porque infelizmente em algum momento da nossa vida todos nós precisamos deles e da sua capacidade de resposta. Por isso sinto-me muito feliz e orgulhosa e congratulo os Bombeiros e o Governo por esta excelente medida”, diz a Presidente da Câmara Municipal.  

A Equipa de Intervenção Permanente é composta por cinco elementos e assegura o socorro e a emergência na área do concelho. Os bombeiros que a integram são caraterizados por elevada especialização, com conhecimento em valências diferenciadas, que lhes permitem dar resposta adequada nas diferentes missões, em ocorrências cada vez mais exigentes e complexas.  

A Edil lembra que a Câmara Municipal já comparticipa em 50% os salários dos elementos da primeira equipa, “e esta segunda vem dar resposta a uma ambição, quer do comando quer das anterior e atual direções dos Bombeiros”, acrescenta.  

País já tem 380 EIP 

Após o parecer favorável à constituição de mais 55 EIP, segundo a autoridade nacional de emergência e Proteção Civil, os quartéis portugueses passam, agora, a contar com um total de 380 destas equipas, 1900 profissionais, para complementar a missão dos voluntários.  

Em 2021 vão, para já, beneficiar desta estratégia de profissionalização dos corpos de bombeiros 45 concelhos de Norte a Sul de 17 distritos do espaço continental.  

Refira-se que, do total recém-criadas EIP, 21 são primeiras e as restantes 34 são segundas equipas, em alguns casos para guarnecer seções destacadas, nomeadamente em concelhos de maior dimensão territorial ou no interior do País, onde as distâncias são mais difíceis de vencer, o que é o caso do Marco de Canaveses.

António Orlando

Next Post

Opinião de Nuno Pinto membro da CPC do PS/Marco

Sex Abr 2 , 2021
Share on Facebook Tweet it Pin […]
Instagram did not return a 200.

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.