Dolmen promove reflexão prospetiva sobre o Desenvolvimento Rural no Douro Verde

RURALIDADE. Iniciativa realiza-se no âmbito do projeto “A aplicação de Políticas de Desenvolvimento Rural na Região do Douro Verde – Estudo de Caso”

A Reflexão prospetiva tem como objetivo avaliar o impacto da aplicação de políticas de desenvolvimento rural no território Douro Verde, a Dolmen, a entidade gestora de Desenvolvimento Local de Base Comunitária nos concelhos de Amarante, Baião, Cinfães, Marco de Canaveses, Penafiel e Resende, – vai promover três webinários, durante o mês de junho:

O primeiro é já na próxima segunda-feira, dia 7 de junho, a partir das 9.30 horas subordinado ao tema “A Vitivinicultura no Douro Verde”, com intervenções de Paulo Pereira, Vice-presidente da Dolmen e Presidente do Município de Baião, na sessão de abertura; Joaquim Mamede Alonso, em representação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo; António Seabra, em representação da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte e de Nuno Alves, em representação da PROENOL, S.A. 

Os temas em destaque serão “A aplicação das novas tecnologias digitais e de precisão na prática da Viticultura”, “Os Avisos Agrícolas… uma visão de futuro” e “Precisão versus Biotecnologia – por uma enologia sustentável”.

A sessão será moderada por José António da Silva, em representação da Escola Profissional de Agricultura de Marco de Canaveses (EPAMAC).

Os interessados devem proceder à inscrição, neste sábado, dia 5 de junho, através do seguinte link:  https://forms.gle/31U7A2vhtkUvArfa7.

No dia 15 de junho será a vez da “A Floresta no Douro Verde”, a partir das 14h30, com intervenções de Cristina Vieira, Presidente do Conselho de Administração da Dolmen e do Município de Marco de Canaveses, na sessão de abertura; Domingos Lopes, Professor na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD); Vera Morais, em representação da Forestis e de Andrey Romanenko, Diretor Executivo do MORE – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação.

Os temas em destaque serão o “Potencial da Floresta no Douro verde”, “Potencial da Certificação da Floresta no Douro Verde” e “Economias de Montanha”.

A sessão será moderada por José Martino, CEO da RURIS, Lda.Os interessados devem proceder à inscrição através do seguinte link: https://forms.gle/uMewCLaZpir9FM1B7

Por último, no dia 18 de junho, a partir das 14.30 horas, a fechar o ciclo de debates na web, realiza-se o Seminário Final “Inovação em Meio Rural” com intervenções de Manuel Pereira Cardoso, Presidente do Órgão de Gestão e membro do Conselho de Administração da Dolmen, na sessão de abertura; Elizabete Figueiredo, em representação da Universidade de Aveiro; Susana Campos e Alexandra Ribeiro, em representação da CETRAD – UTAD; Rosmel Rodriguez, em representação da SYLO – SDGs Young Leader Observatory e de José Sousa Guedes, em representação da Federação Minha Terra.

Os temas em destaque serão: “Orgulhosamente Tradicionais? Inovação e tradição no comércio urbano de produtos alimentares de proveniência rural e na renovação das relações rural-urbano”, “Inovação no Portugal Rural: Casos de Sucesso – PromoLocal”; “Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, no contexto do desenvolvimento dos territórios rurais”, e “Inovação e Dinâmicas Agro-Rurais: Perspetivando 2030 – a Visão dos GAL”.

A sessão será moderada por Manuel Luís Tibério, em representação da UTAD e, à semelhança dos webinários anteriores, contará com espaço para debate e com Elsa Pinheiro, Coordenadora da Dolmen, a dar as notas finais. Os interessados devem proceder à inscrição através do seguinte link: https://forms.gle/RF5qh3vGhZqW52mv9 

António Orlando

Next Post

"Aldear" arranca este fim de semana

Sáb Jun 5 , 2021
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.