Baião. A luta dos Paulos, Pereira e Portela

AUTÁRQUICAS´21. BAIÃO

O novo presidente da Câmara de Baião que sairá das Eleições Autárquicas´21, salvo qualquer hecatombe, terá como abreviatura do seu nome a sigla “PP”.  Paulo Pereira, atual presidente e (re)candidato do Partido Socialista e Paulo Portela, candidato da coligação PSD/CDS.

Pelo histórico eleitoral são estes os que maiores probabilidades têm de ganhar a presidência da autarquia baionense.  

O socialista Paulo Pereira tem a vantagem de pertencer à estrutura que há 16 anos retirou a presidência da Câmara ao PSD. 

Paulo Pereira-candidato PS/Baião

Paulo Portela, que impôs a sua equipa (muito jovem) à estrutura social democrata para avançar com a candidatura, encarna a novidade para desgastar o poder socialista.  

Paulo Portela- Candidato PSD/CDS

A CDU candidata Manuel Vilas Boas, 81 anos, atual coordenador do PCP/Baião. Nuno Gomes é candidato à Assembleia Municipal. Na terra do histórico comunista Soeiro Pereira Gomes, em 2017 a CDU recolheu 198 votos num universo de 11.312 votantes.  

Manuel Vilas Boas-Candidato CDU/Baião

Raul Melo foi anunciado, no Porto, como candidato do CHEGA! à presidência da Câmara Municipal de Baião. 

Raul Melo, Candidato CHEGA! Baião

Nas últimas Autárquicas o PS ganhou as eleições com uma das mais expressivas maiorias: 67,11% dos votos. O Executivo Municipal é composto por sete membros. Cinco são do PS e dois do PSD. Na Assembleia Municipal, o PS elegeu 15 deputados municipais e o PSD seis.  

Atualmente o PSD conta apenas com duas presidências de Junta de Freguesia: Grilo e Santa Cruz do Douro/São Tomé de Covelas; as restantes são lideradas pelo PS.  

A constante perda de população e a construção de mais e melhores acessibilidades são os grandes desafios do presente e futuro da governação baionense.

António Orlando

Next Post

Marco de Canaveses. Poder, assunto de mulheres

Qui Jun 24 , 2021
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.