FEQ abre portas à mais importante biblioteca queirosiana do país

CULTURA. Inauguração do Núcleo Luís Santos Ferro agendada para 12 de Julho, pelas 15.30 horas na Fundação Eça de Queiroz 
 

A Fundação Eça de Queiroz (FEQ) contará a partir de 12 de julho com um novo pólo de interesse queirosiano: o Núcleo Luís Santos Ferro. Este núcleo, que “configura a mais significativa queirosiana do país”, estará incluído na visita à Casa de Tormes, mas também disponível para consulta. 

Numa das salas de Tormes, ao lado do quarto que abriga os objetos pessoais dos aposentos do próprio escritor, está agora instalado o Núcleo Luís Santos Ferro.

Luís Santos Ferro (1939-2020), engenheiro de formação, melómano exímio, dedicou a vida ao estudo de Eça de Queiroz, sendo autor de diversos artigos sobre o tema. A paixão duradoura por Eça levou-o a reunir as primeiras edições, bem como todas as publicações em vida do autor de Os Maias, além de manuscritos, revistas, estudos académicos, opúsculos, traduções, curiosidades bibliográficas, fotografias, documentos, objectos artísticos, etc. Trata-se de um rico acervo distribuído por 35 metros lineares em mais de mil entradas bibliográficas, não contando com os periódicos e demais monografias e recortes. 

Aquando da sua morte, em Janeiro de 2020, a Família não quis dividir uma queirosiana que foi pensada como um todo e que configura o projecto de uma vida, tendo-a doado à Fundação Eça de Queiroz.

“A FEQ agradece à Família a doação e convida todos os interessados a visitarem o Núcleo Luís Santos Ferro. Estamos certos de que tal legado irá enriquecer inúmeros leitores que, como Luís Santos Ferro, partilham o entusiasmo por Eça de Queiroz”, faz notar a FEQ em comunicado. 

_________________________________________________

António Orlando

Next Post

CHTS com vagas para 23 novos médicos especialistas

Sex Jul 2 , 2021
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.