Certificação do Caminho de Torres como itinerário do Caminho de Santiago cada vez mais perto

TURISMO RELIGIOSO. Na passada sexta-feira, dia 10 de setembro, ocorreu na Casa das Artes em Felgueiras a segunda reunião da Comissão de Acompanhamento do projeto “Valorização Cultural e Turística do Caminho de Santiago – Caminho de Torres”, liderado pela CIM do Tâmega e Sousa.  Este projeto é fruto de uma parceria com as Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, do Ave, do Cávado e do Douro, e conta também com a colaboração de 34 entidades portuguesas e espanholas na Comissão de Acompanhamento.

Foto: CIM do Tâmega e Sousa

A reunião teve como propósito iniciar a “preparação do dossier para apresentar a candidatura à certificação do Caminho de Torres como itinerário do Caminho de Santiago”. Certificação esta que tem de ser atribuída pela Direção-Geral do Património Cultural, entidade que regula a valorização e promoção do Caminho de Santiago, através da certificação dos seus itinerários. Este reconhecimento garante, “a autenticidade do itinerário, o seu caráter ininterrupto no território e no tempo, uma gestão responsável e de valorização da oferta, uma maior segurança, conforto e melhor experiência do peregrino, promovendo-se também a ligação às comunidades locais e a testemunhos de interesse.”

O caminho de Torres atravessa três concelhos da Região Centro, 15 da Região Norte – Baião, Amarante e Felgueiras (que integram a CIM do Tâmega e Sousa), Sernancelhe, Moimenta da Beira, Tarouca, Lamego, Peso da Régua e Mesão Frio (CIM do Douro), Guimarães (CIM do Ave), Braga e Vila Verde (CIM do Cávado), Ponte de Lima, Paredes de Coura e Valença do Minho (CIM do Alto Minho).

O projeto é cofinanciado pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através de Fundos europeus, e tem como objetivos “proceder ao levantamento, do ponto de vista histórico e geográfico, à intervenção e à valorização de parte do traçado do Caminho de Torres”. Também, segundo o comunicado da CIM do Tâmega e Sousa, a certificação “vai permitir aumentar o número de visitantes nos sítios e atrações culturais ou naturais associados ao Caminho de Torres, bem como contribuir para a valorização da identidade cultural das regiões envolvidas no projeto”.

Nuno Correia

Next Post

Manuel Antunes lidera Comissão de Honra de Gaspar

Qua Set 15 , 2021
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.