Cristina Vieira eleita para a Comissão Política Nacional do PS

POLÍTICA. A lista única, onde constava o nome da autarca marcuense, à  Comissão política Nacional contempla nomes como o da antiga ministra e ex-candidata presidencial Maria de Belém

Cristina Vieira entra para a Comissão Politica Nacional do PS de António Costa

Cristina Vieira, reeleita presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, foi este sábado eleita membro da Comissão Política Nacional do Partido Socialista. 

Para a autarca socialista trata-se de “um novo desafio político na minha vida. Tive também a oportunidade de agradecer ao Secretário Geral do PS, António Costa, o apoio nas eleições autárquicas”, tornou público Cristina Vieira através das redes sociais.

José Luís Carneiro, o antigo Presidente da Câmara de Baião e Ex-Secretário de Estado, foi reeleito reeleito secretário-geral adjunto do PS com 91% dos votos. Carneiro assume as funções de “números dois” da direção do PS desde 2019, tendo sucedido neste cargo a Ana Catarina Mendes, atual líder parlamentar dos socialistas.

No seu discurso, perante a Comissão Nacional do PS, José Luís Carneiro afirmou que, no cargo de secretário-geral adjunto do PS, tem procurado “cumprir as linhas mestras” que ficaram estabelecidas em 2019.

“Ao longo destes dois anos, foi possível fazer pontes de trabalho entre as nossas estruturas federativas, regionais e locais, com os nossos deputados à Assembleia da República e ao Parlamento Europeu e, sempre que se justificou, apresentar os nossos contributos aos que, no Governo, dão o melhor de si para servir Portugal. Ouvimos e dialogámos com os sindicatos, com as estruturas representativas da cultura, da economia e da sociedade e assumimos com clareza a defesa das nossas causas e ideais de sociedade”, sustentou.

José Luís Carneiro, ex-presidente da Câmara de Baião, mantém-se como número 2 de António Costa

Em relação às últimas eleições autárquicas, o secretário-geral adjunto do PS acentuou a complexidade do processo seguido.

“Naturalmente, não é possível prestar contas da riqueza e diversidade do trabalho que, diariamente, é possível realizar com todos os nossos camaradas do continente e das regiões autónomas. Contudo, faço-o na expressão da nossa última vitória eleitoral autárquica, que mobilizou mais de 50 mil candidatos, entre militantes e simpatizantes, literalmente em todo o território nacional. Ganhámos em todos os critérios objetivos: mais câmaras (152); mais assembleias municipais; mais juntas de freguesia; maior número de votos e maior número de mandatos. E recordo, ganhámos em 9 dos 15 municípios mais populosos”, apontou.

Neste ponto, José Luís Carneiro concluiu que, na sequência da “terceira vitória autárquica consecutiva”, o PS garantiu as presidências da Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP) e da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE).

OUTROS NOMES V/S CARGOS

Para o Secretariado Nacional do PS, entram ex-membros de governos socialistas como Bernardo Trindade, Jamila Madeira, João Tiago Silveira e Susana Amador, tal como a reeleita presidente da Câmara da Amadora, Carla Tavares.

Deste órgão de direção saem o secretário de Estado da Energia, João Galamba, a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, e José Manuel Mesquita.

No Secretariado Nacional do PS vão continuar as ministras Mariana Vieira da Silva, Alexandra Leitão, Ana Mendes Godinho e Graça Fonseca, o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues e o ex-autarca de Lisboa Fernando Medina.

Continuam no Secretariado Nacional o ministro Pedro Nuno Santos e dirigentes como Porfírio Silva, Pedro Marques, Isilda Gomes (presidente da Câmara de Portimão), o deputado Marcos Perestrello, João Torres, João Azevedo e Pedro Cegonho (estes dois últimos ambos adjuntos).

Luís Patrão, responsável máximo pelas finanças deste partido, e Maria da Luz Rosinha, que coordenou o pelouro das autarquias, que até agora eram membros da Comissão Permanente do PS, vão integrar o Secretariado Nacional.

A lista única para a Comissão Política do PS, encabeçada por Maria de Belém, que foi presidente dos socialistas entre 2011 e 2014, sob a liderança de António José Seguro, tem dez elementos indicados pela tendência minoritária de Daniel Adrião num total de 65 efetivos.

António Orlando

Next Post

Rashed Al Qemzi volta a ser feliz na Pala

Dom Out 10 , 2021
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.