Amarante junta-se a Braga para acolher conferência da UNESCO

CULTURA. Município de Amarante integra candidatura encabeçada por Braga para acolher conferência anula das cidades criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO)

A candidatura portuguesa, liderada pela cidade de Braga e partilhada com Amarante, Barcelos e Santa Maria da Feira, para realizar a Conferência Anual das Cidades Criativas da UNESCO foi apresentada esta sexta-feira. Na corrida entrou também o Dubai.

Ambas as candidaturas foram conhecidas no decorrer da Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, que aconteceu em Santos, no Brasil. Para além da apresentação dos candidatos, a conferência teve como objetivo a criação de novas sinergias em torno do tema “Criatividade, caminho para a igualdade” e a apresentação do trabalho desenvolvido pela rede nessa matéria.

Fonte do município de Amarante fala de cinco dias onde as cidades-membros tiveram oportunidade de partilhar “experiências e boas práticas, ilustrando como as indústrias culturais e criativas são alavancadas no âmbito local”.

A representar Amarante – Cidade Criativa da Música da UNESCO desde 2017 – estiveram a vereadora Rita Marinho Batista e Rosário Correia Machado, responsável pelo departamento de Cultura.

A escolha de Braga ou do Dubai será anunciada no final de outubro. Em Portugal, há nove cidades que integram a rede de Cidades Criativas da UNESCO.

Amarante, Cidade Criativa da Música (2017)

Amarante assume a cultura e a criatividade como vetores fundamentais para o desenvolvimento urbano sustentável e inclusivo. A cidade tem em curso projetos e dinâmicas de qualificação e regeneração ambiental e urbana, de atratividade económica, de talento e criatividade e de promoção de lógicas de governação horizontais e partilhadas. Existe igualmente uma aposta concertada no estabelecimento de redes e projetos de cooperação internacional, estimulando a partilha de conhecimentos e boas-práticas.

A adesão de Amarante à Rede de Cidades Criativas da UNESCO insere-se nesta estratégia da cidade, procurando através da criatividade e da música em particular consolidar a sua política de desenvolvimento sustentável.

António Orlando

Next Post

OPJ dá música clássica ao Marco de Canaveses

Seg Jul 25 , 2022
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.