Baião reclama contra os atrasos constantes do Correio

PROTESTO. Câmara de Baião protesta junto da ANACOM e CTT sobre o mau funcionamento da distribuição do correio no concelho, sobretudo da distribuição postal

Se os correios, desta vez, não se atrasaram a ANACOM e os CTT já devem ter recebido queixas do mau estar do Presidente da Câmara de Baião pelos atrasos do correio. Em causa os sucessivos atrasos na distribuição postal, que levaram Paulo Pereira a pedir que sejam tomadas medidas urgentes com vista à rápida resolução do problema. O protesto foi formalmente dirigido pelo edil às duas instituições.

Já em 30 de março deste ano, Paulo Pereira havia chamado a atenção ao Presidente da ANACOM para este problema, numa sessão realizada em Baião, também com a presença de Presidente da Assembleia Municipal e de autarcas de freguesia.

Pelo que reza o protesto, “ao município têm chegado várias queixas por parte dos munícipes que recorrem aos CTT, alegando atrasos consideráveis na entrega de correspondência, situação que acarreta prejuízos e transtornos para as entidades e população em geral”. A própria Câmara diz ter “idênticas razões de queixa”.

Na tentativa de encontrar explicações e soluções, a autarquia “realizou diversas diligências, admitindo que o facto se deve à falta de recursos humanos por parte dos CTT, que em vez de contratarem pessoas a título definitivo, contratam, por vezes, apenas por seis meses, havendo, assim, uma grande instabilidade permanente”, explica fonte autárquica. Por outro lado, e em função dessas dificuldades, “os CTT estarão a priorizar a entrega de encomendas, serviço mais rentável, em detrimento da distribuição postal”, acrescenta a fonte.

António Orlando

Next Post

Plástico PET transformado em sensores óticos para detetar contaminantes na água

Ter Ago 23 , 2022
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.