Cercimarante vai criar Centro de Dia em Louredo

INCLUSÃO. Cercimarante assina contrato de investimento para criação de um Centro de Dia, em Louredo, Amarante

A Cercimarante foi uma das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) que assinou, recentemente, em Vila Nova de Gaia, um contrato de investimento, no valor de 346,773.08 euros, e que irá permitir a criação de um Centro de Dia, na freguesia de Louredo, em Amarante, cuja obra terá de ser concluída até 2026, com um custo total de cerca de 430 mil euros + IVA.

De acordo com o presidente do Conselho de Administração (CA), Carlos Pereira, “este Centro de Dia, com capacidade para 30 pessoas, que a Cercimarante pretende disponibilizar, preconiza um serviço de apoio a pessoas idosas com 65 anos ou mais, do concelho de Amarante, com especial enfoque para as residentes nas freguesias de Fregim, Louredo e Vila Caiz, público-alvo que se encontra a descoberto e que, de acordo com os Censos de 2021, totalizam um universo de 1.175 pessoas”.

O contrato surge no âmbito dos apoios a respostas sociais do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), nomeadamente, a “Tipologia de Operação 1.2 – Requalificação e Alargamento da Rede de Equipamentos e Respostas Sociais”.

Em representação da Cercimarante estiveram, o presidente do CA e o vice-presidente, Carlos Pereira e Rui Chantre, respetivamente, e a tesoureira do CA, Susana Mucha. O Município de Amarante também esteve representado pelo vereador Adriano Santos.

De acordo com os dados do Ministério, no Norte do país, são apoiados 116 projetos, com um financiamento de quase 142 milhões de euros.

António Orlando

Next Post

Marco abriu ano letivo com inauguração do auditório da EB2,3 Carmen Miranda

Sex Set 16 , 2022
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.