Autarcas da região de visita a bio região de Itália

TERRITÓRIO. Programa de visita da delegação lusa prevê um conjunto de ações de conhecimento que fazem parte de uma jornada que se vai prolongar até ao dia 23 de setembro

Os autarcas da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM-TS), estão a participar em várias ações de conhecimento de gestão territorial na bio região de Cilento, no Sul de Itália. O objetivo desta deslocação prende-se com o processo que visa a integração da região do Tâmega e Sousa na Rede Internacional das Bio regiões e acontece na sequência do convite da IN.N.E.R. – International Network of Eco Regions, entidade responsável pelo processo de certificação das bio regiões.

Portugal tem apenas um concelho certificado com o selo de Destino Turístico Sustentável atribuído pela EarthCheck, (grupo internacional de consultoria de turismo).

O concelho de Baião tem, assim, neste processo “um papel de grande relevo com vista à concretização do objetivo da CIM-TS, onde há já um grande trabalho desenvolvido e em desenvolvimento que vai ao encontro dos princípios que regem o conceito de bio região”, refere ao TTV, Paulo Pereira, autarca baionense. “É uma “oportunidade para a nossa Região e, naturalmente para Baião, ficar a conhecer as formas de interação das diversas entidades envolvidas com vista à gestão sustentável dos recursos locais, tendo por base o modelo biológico quer de consumo, quer de produção”, acrescenta o edil de Baião, um dos autarcas que faz parte da comitiva portuguesa.

O modelo de bio região constitui-se num espaço geográfico onde vários agentes, que vão desde agricultores e produtores biológicos, comunidade em geral, operadores turísticos, associações, instituições de ensino e poder local e intermunicipal, se interligam tendo como objetivo a gestão sustentável dos recursos locais, partindo do modelo biológico.

A bio região de Cilento constituída em 2004, é composta por 41 municípios, contando com 270 mil habitantes, dos quais mil são produtores biológicos.

O Programa de visita da delegação lusa prevê um conjunto de ações que fazem parte de uma jornada que se vai prolongar até ao dia 23 de setembro e que conta, além da CIM-TS, com representações de outras entidades nacionais, tais como, a Associação de Municípios do Baixo Sabor, a Bio Região do Alto Tâmega, a Bio Região de Idanha-a-Nova, a Bio Região de São Pedro do Sul, a Câmara Municipal de Câmara de Lobos, o Centro de Desenvolvimento e Inovação Sociocultural e Agroflorestal, a Trybio – Associação de Produtores e Consumidores de Agricultura Biológica e a Universidade da Madeira.

António Orlando

Next Post

"Souza-Cardoso" recebe exposição “MUSE” com obras de homenagem a Teixeira de Pascoaes

Ter Set 20 , 2022
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.