Fica em liberdade condicional o automobilista que matou três pessoas na A42

SENTENÇA. A acidente causado por Sandro Ferreira causou três mortos, entre os quais um militar da GNR. Carro seguia a 160 quilómetros/hora.

Sandro Ferreira, jovem que conduzia o carro que se despistou na A42, em Paços de Ferreira, em 2019, foi condenado a uma pena suspensa de quatro anos e meio de prisão.

Em causa estão quatro crimes, três de homicídio por negligência de forma grosseira e um de condução perigosa. 

O jovem, de 23 anos, terá  também de frequentar um curso de prevenção rodoviária, ser acompanhado pelos serviços prisionais, entregar a uma associação três mil euros, ficando proibido de conduzir durante um ano e meio

O acidente ocorreu no dia 17 de novembro de 2019, na A42, em Paços de Ferreira. Nessa tarde, o jovem dirigia-se com três amigos para o Porto, quando o carro que conduzia entrou em despiste. A viatura conduzida pelo arguido atropelou mortalmente Jorge Gomes, um militar da GNR de 29 anos que se encontrava no local na sequência de um acidente de viação que tinha ocorrido momentos antes. O carro bateu contra o talude e rodou sobre si mesmo, atropelando ainda Miguel Sousa, de 63 anos, o motorista do reboque que se encontrava no local a fazer a remoção do veículo envolvido no primeiro acidente e que teve morte imediata. Dentro do carro seguia Vânia Ribeiro, uma jovem com cerca de 20 anos, que também não resistiu à gravidade dos ferimentos.

António Orlando

Next Post

Requalificada sede da junta de Sande e São Lourenço do Douro

Seg Nov 7 , 2022
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.