Apoio às extraordinário às IPSS e equiparadas de Baião

INCLUSÃO. Câmara de Baião concede apoio extraordinário de 65 mil euros às Instituições Particulares de Solidariedade Social e equiparadas

As Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e equiparadas vão receber um apoio extraordinário de 65 mil euros. A proposta foi apresentada na reunião de Câmara realizada no dia 16 de dezembro, pelo vice-presidente e vereador com o pelouro dos Assuntos Sociais, Filipe Fonseca, e aprovada por unanimidade.

O autarca justificou a proposta com o impacto financeiro negativo provocado pelo atual cenário da crise económica, cujos efeitos se prolongarão pelo próximo ano, e que têm criado dificuldades às instituições que, apesar disso, “têm garantido os serviços e cuidados à população baionense”, afirmando que a atribuição do apoio resulta da “sensibilidade do Município para a necessidade do fortalecimento da saúde financeira das mesmas”.

O vereador dos Assuntos Sociais destacou ainda o “papel relevante que as IPSS e equiparadas têm desenvolvido ao longo dos anos em matéria de intervenção social junto das pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade, afirmando-se como parceiras da Câmara Municipal na construção contínua e sustentada de uma maior coesão social concelhia”, sublinhou.

O Centro Social Santa Cruz do Douro, a OBER – Obra do Bem Estar Rural de Baião, a ADEGRIL – Associação de Desenvolvimento do Grilo e o Centro Social e Paroquial de Santa Marinha do Zêzere, irão receber 10 mil euros cada, enquanto a Santa Casa da Misericórdia de Baião e o CECAJUVI – Centro de Convívio e Apoio à Juventude e Idosos de Santa Leocádia, além dos 10 mil euros do apoio, irão receber uma majoração de 2.500 euros cada, pelo acolhimento aos refugiados da Ucrânia.

António Orlando

Next Post

Marco. Trabalhadores da recolha do lixo foram à Câmara apresentar reivindicações laborais

Ter Dez 27 , 2022
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.