Mais de 250 mil pessoas já visitaram a renovada Igreja de São Gonçalo


TURISMO. Um ano após a reabertura da Igreja de São Gonçalo os registos de visitas ao templo religioso turístico de Amarante apontam para um aumento de 80 mil visitantes face às melhores expetativas

Um ano após a reabertura da Igreja de São Gonçalo, depois da grande obra de recuperação, restauro e valorização, mais de 250 mil pessoas visitaram monumento do século XVI, de incalculável valor histórico, patrimonial, arquitetónico, artístico e turístico, superando as melhores expectativas que apontavam para cerca de 170 mil visitas em 2022, adianta a fonte da Câmara de Amarante. Pelos números apresentados, em média, 700 pessoas por dia visitaram a igreja.

Para os próximos meses, “espera-se a abertura do acesso à torre sineira, bem como de outros espaços restritos, de forma a dar a conhecer espaços menos visitados e com privilegiada vista sobre a cidade, o convento e o rio Tâmega. Enquanto não fica disponível a APP da Igreja de São Gonçalo, poderá visitar o site saogoncalo-amarante.pt”, explica a fonte.

No dia 10 de janeiro celebra-se o dia litúrgico de São Gonçalo de Amarante e, para assinalar a data, a igreja vai receber a visita dos alunos do 1.º ciclo, que vão conhecer o padroeiro da cidade e suas lendas, as tradições da terra, a cultura e a história, e participar do ritual da entrega dos cravos na pedra tumular na capela de São Gonçalo recebendo, em troca, os figos da mão pároco.

Na ocasião será também lançado o livro “Breve Tratado da Vida e Milagres de São Gonçalo de Amarante”, de Frei Manuel Pereira do séc. XVII, editado pelo Centro de Estudos Amarantinos, no Clube Amarantino às 17 horas. Segue-se, às 21 horas a celebração da Eucaristia e às 22 horas o espetáculo de fogo-de-artifício, no centro da cidade promovido pela Câmara Municipal após o adiamento do mesmo na passagem de ano.

No domingo, dia 15, realiza-se uma arruada de bombos pelas ruas da cidade, antes da missa às 11 horas na qual se fará a bênção e a entrega dos figos.

SABER MAIS

  • As obras de reabilitação e conservação do monumento e do seu recheio artístico duraram 16 meses. A primeira grande intervenção em 482 anos teve um investimento total de mais de dois milhões de euros com cofinanciamento do Norte 2020 – Programa Operacional Região Norte, em parceria com a Câmara Municipal de Amarante, o acompanhamento técnico da Direção Regional de Cultura do Norte, e a Fundação Manuel António da Mota como mecenas.

António Orlando

Next Post

Serpente no céu capturada com telescópio ESO

Sex Jan 6 , 2023
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.