Educação de alunos desfavorecidos abre vagas a 50 mentores

INCLUSÃO. A Sonae e a Teach For Portugal (TFP) firmaram uma parceira para potenciar a educação de jovens e crianças desfavorecidas em Portugal, promovendo o recrutamento de 50 novos mentores em 2023. O objetivo é expandir a atividade da ONG em mais escolas de comunidades desfavorecidas em todo o país, beneficiando mais de 8.000 alunos.

Os candidatos a mentores devem ser licenciados ou finalistas de qualquer área de formação e fluentes em português e inglês. As 50 oportunidades para contratos de dois anos estão distribuídas por 12 regiões: Tâmega e Sousa, Trás-os-Montes, Área Metropolitana do Porto, Alto Alentejo, Área Metropolitana de Lisboa, Cascais, Algarve, Braga, Viana, Guimarães, Coimbra e Odemira.

Os mentores são remunerados pelo seu trabalho e beneficiam do apoio dos parceiros da TFP para abraçarem novos desafios profissionais no final do programa. As candidaturas estão abertas até 5 de fevereiro no site da Teach For Portugal, em https://teachforportugal.org/ts-events/candidata-te-mentor-teach-for-portugal, sucedendo-se a fase de seleção, formação e início de funções nas escolas, em setembro.

Esta parceria pretende reforçar o número de alunos apoiados por mentores, num trabalho desenvolvido em contexto escolar como complemento ao ensino tradicional, baseado na crença de que a educação é a chave para o desenvolvimento e progresso de uma comunidade, e que é necessário trabalhar em conjunto para alcançar essa meta.

Portugal é dos países da OCDE onde o contexto socioeconómico mais influencia o desempenho académico. Apesar de o ensino ser de acesso universal e gratuito até ao 12º ano, quem nasce em contextos mais vulneráveis tem à partida um conjunto de barreiras adicionais que limitam as suas escolhas futuras. Os mentores irão colaborar com professores em sala de aula e em projetos na comunidade educativa e têm o papel de alargar as oportunidades para cada aluno.

Os mentores Teach For Portugal integram o Programa de Desenvolvimento de Liderança que é profissional, formativo e remunerado, durante 2 anos a tempo inteiro. Durante este período, recebem formação e acompanhamento contínuo, através de um plano para desenvolver competências-chave que lhes permitem por um lado maximizar no imediato o seu impacto na escola, e por outro lado, a médio prazo, prosseguir uma carreira com impacto na educação e na redução das desigualdades.

António Orlando

Next Post

Penafiel. Aparatoso acidente com seis veículos na variante de Novelas

Qui Jan 26 , 2023
Share on Facebook Tweet it Pin […]

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.