Baião reforça apoio à natalidade

APOIO. Kit bebé – Baião é composto por um cabaz com produtos adquiridos em farmácia, com artigos de saúde e bem-estar, avaliado em 200 euros

Como medida de política municipal da área dos Assuntos Sociais foi aprovada pela Câmara Municipal de Baião, na reunião realizada no dia 22 de fevereiro, a criação e instituição do Programa “Nascer, Crescer e Viver em Baião é fixe” – 2023. Trata-se de uma medida “centrada na natalidade, mas que se conjuga e abrange os domínios da saúde, da ação social e da promoção do desenvolvimento”, como se retira da proposta apresentada para deliberação pela câmara.

O Programa “Nascer, Crescer e Viver em Baião é fixe” – 2023, abrange todas as crianças nascidas entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2023, com registo/residência no concelho de Baião.
Este programa visa criar uma ambiência favorável à natalidade no concelho de Baião, pelo que a câmara municipal atribui, por cada nascimento, um kit de puericultura, denominado kit bebé – Baião.

O kit bebé – Baião é composto por um cabaz com produtos adquiridos em farmácia, com artigos de saúde e bem-estar, avaliado em 200 euros.

Na proposta apresentada, pelo Vice-Presidente, Filipe Fonseca, refere que, “tendo a perceção do aumento do custo de vida ocorrido em 2023, provocado pela inflação, foi decidido integrar no kit bebé – Baião um apoio monetário no valor de 150 euros, destinado a apoiar a aquisição de outros bens de saúde e bem-estar que os pais entendam por necessários para o seu desenvolvimento saudável e harmonioso, nomeadamente, vacinas que não estejam incluídas no Plano Nacional de Vacinação”, sublinha o autarca.

António Orlando

Next Post

<strong>Mancelos recebe CANTUSd'Alma Iluminado</strong>

Qua Mar 15 , 2023
Share on Facebook Tweet it Pin […]
Instagram did not return a 200.

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.