Óbito. Morreu Odete Santos, histórica militante do PCP

OBITUÁRIO. Foi deputada do PCP de novembro de 1980 a abril de 2007. Era membro do partido desde 1974.

Odete Santos morreu esta terça-feira, avança o Partido Comunista Português em comunicado.

“É com profundo pesar que o Secretariado do Comité Central do Partido Comunista Português cumpre o doloroso dever de informar o falecimento de Odete Santos aos 82 anos de idade e transmite à família as suas condolências”, dá conta o comunicado.

Odete Santos nasceu a 26 de Abril de 1941, no concelho da Guarda. Estudou no Liceu de Setúbal, licenciou-se em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, tendo exercido advocacia durante anos. Foi membro do Partido Comunista Português desde 1974, integrou a Comissão Concelhia de Setúbal, a Direcção da Organização Regional de Setúbal e o Comité Central do PCP, do qual fez parte de 2000 a 2012. Foi deputada da Assembleia da República, de novembro de 1980 a abril de 2007. 

Teve grande intervenção na conquista de direitos para as mulheres, como o combate ao aborto clandestino e pela despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez. Destacou-se também na criação dos Julgados de Paz, salienta o partido.

Odete Santos é autora dos dos livros “Em Maio há cerejas” (Ausência, 2003) e “A Bruxa Hipátia – o cérebro tem sexo?” (Página a Página, 2010), e de uma coletânea de poesia “A argamassa dos poemas”. Nos anos 2004 e 2005 participou em teatro de revista no Parque Mayer, além de ter sido impulsionadora da criação do Teatro de Animação de Setúbal, onde representou conhecidos dramaturgos.

António Orlando

Next Post

Sinistralidade. 15 pessoas perderam a vida nas estradas durante a quadra natalícia 2023

Qua Dez 27 , 2023
Share on Facebook Tweet it Pin […]
Instagram did not return a 200.

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.