Área Protegida da Serra d´Aboboreira lança apelo aos espectadores do Rali

AMBIENTE. AMDT mostra-se atenta aos eventos realizados e cumpre o seu papel de entidade gestora da Paisagem Protegida Regional da Serra da Aboboreira, tendo, sempre em vista a adoção de medidas eficazes que permitam a manutenção e valorização da diversidade biológica e geológica, dos ecossistemas

A Entidade Gestora da Paisagem Protegida Regional da serra da Aboboreira lançou um apelo aos aficionados do Rali Terras d Aboboreira, prova do Campeonato Portugal de Ralis (CPR) que se realiza nesta serra no último fim de semana de abril, dias 26 e 27, para que “tenham cuidado e preservem o património natural e cultural existente nas zonas por onde a prova irá passar”.

Como medida preventiva aquela Entidade, liderada pela Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMDT), promete “sinalizar” o referido património “da sua zona nuclear, nos locais das classificativas” do Rali Terras D`Aboboreira, atendendo que classificação de Paisagem Protegida Regional (PPR) “trouxe à Serra da Aboboreira novos cuidados na usufruição do espaço”.

Assim para evitar efeitos nocivos é pedido aos espetadores do rali que “não façam fogueiras; caminhem apenas pelos trilhos existentes, preservem a fauna e flora, mantenham os animais domésticos seguros e depositem lixo nos locais apropriados”.

A Entidade Gestora da PRP por outro lado, faz notar que a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), seguindo as orientações da Federação Internacional do Automóvel (FIA) no cumprimento de regras sustentáveis, “já implementou a obrigatoriedade do uso de gasolinas limpas para reduzir as emissões de CO2”.

“Destacam-se, também, as várias ações de reflorestação” na Serra da Aboboreira, que “têm sido realizadas, nos últimos anos, umas diretamente pelas câmaras (Amarante, Baião e Marco de Canaveses) parceiras e outras pelo Clube Automóvel de Amarante (CAA), entidade responsável pela organização desta prova do CPR.

António Jorge, presidente do CCA, garante que há por parte do clube “um sério comprometimento em defesa da Sustentabilidade Ambiental em todo o rali, quer no parque de assistência quer nas classificativas”, até porque, sublinha, “há uma maior responsabilidade do CAA” porque na última edição do Rali Terras d´Aboboreira, em 2023, “fomos premiados pela Federação Portuguesa Automóvel e Karting (FPAK) pelo pioneirismo na área da sustentabilidade ambiental e como tal queremos honrar o prémio e, por isso, iremos reforçar os procedimentos executados em 2023”, garante o responsável.

Refira-se que a realização do Rali Terras D´Aboboreira é apoiada em 90 mil euros, repartidos em partes iguais, pelos três municípios que fazem parte da AMDT. “Não impedindo a organização de um evento que traz muitos visitantes à região, temos de garantir que os mesmos usufruam do espaço sem o danificar, pelo que os municípios vão reunir esforços para que a sinalética esteja colocada na área nuclear da Paisagem Protegida Regional da Serra da Aboboreira em tempo útil”, garante Cristina Vieira, simultaneamente presidente do Conselho Diretivo da AMDT e autarca do Marco de Canaveses.

Os presidentes dos Municípios de Amarante e Baião, José Luís Gaspar e Paulo Pereira, respetivamente garantem que “todas as diligências serão tomadas e todos os esforços serão feitos para minimizar o impacto menos positivo no património natural e cultural. Somos um território com responsabilidades acrescidas e por isso é garantido que todos os nossos recursos vão estar no terreno para cuidar e preservar a Serra”.

António Orlando

Next Post

Vacinas e pandemias

Sáb Abr 20 , 2024
Share on Facebook Tweet it Pin […]
Instagram did not return a 200.

Sobre Nós

Tamega.TV

O Tâmega.tv é uma publicação online diária de informação geral que pretende dar, através dos meios de difusão multimédia, uma ampla cobertura dos mais relevantes e significativos acontecimentos da região do Baixo Tâmega, em todos os domínios de interesse, sem descurar o panorama regional e nacional, assegurando a todos o direito à informação.